Thursday, December 21, 2017

MATÉRIA: Filmes de HQs de 2017: o veredito

Ano passado eu comecei com essa pouca vergonha de analisar os melhores filmes de heróis de quadrinhos que tiveram no ano. Pois bem, este ano eu dou continuidade à sacanagem! Hehehe! "Aihnn, Ricardo, mas mas mas meu filme de herói favorito não ganhooouu!"! Ah, velho, vai te catar, de boa! Essa é a MINHA opinião, valeu? Quer compartilhar a tua, a caixa de comentários abaixo do post é a serventia da casa! Vamos tretar, vamos discutir! Ah, você prefere a Marvel, é? Vou falar pro Curinga tirar teu pinto fora, hein!! Uhuhuhu!!

Chega de brincadeiras! Tivemos dois filmes de quadrinhos a mais do que ano passado, que teve 12, e para minha felicidade, houve uma melhora de qualidade neles em geral, se comparado com as notas baixas que dei ano passado. Seguindo a boa e velha ordem decrescente, vamos avaliar comigo todos os 14 filmes que aconteceram em 2017. Aí vão eles!

E se quiser dar uma espiada no meu ranking de 2016, é só clicar no link abaixo:
Filmes de HQs de 2016: o veredito

           (Valerian e a Cidade dos Mil Planetas)

Nota: 5,5 / 10

Tentei dar uma chance para este filme aqui que eu não havia assistido nos cinemas, mas apesar dos visuais estonteantes e das criaturas e conceitos criativos, a história é fraca e padece de interesse e energia por parte dos atores e envolvidos, o que conferiu ao filme o último lugar da lista. Felizmente, foi a nota mais baixa de filmes de HQs que tivemos este ano.



13º Batman & Harley Quinn
             (Batman e Arlequina)

Nota: 7 / 10

Este aqui foi pra mim, uma decepção, muito embora eu tenha me divertido assistindo, e comprei o DVD para acrescentar na coleção, mas esperava muito mais desta breve retomada do DCAU e volta do Bruce Timm com seu Batman. Mas enfim, não se pode acertar sempre. Segue o barco e fica pelo menos o fator da diversão aqui.



12º Kingsman: The Golden Circle
            (Kingsman: O Círculo Dourado)

Nota: 7,5 / 10

O primeiro filme foi bem bacana e eu ainda recomendo. Este segundo teve muita coisa bacana também, mas foi bem inferior em termos de sequência, com clichês, fórmulas repetidas, ideias recicladas em uma nova roupagem, e um final insatisfatório para mim, ganhando por isso, esta 12ª posição.




11º The Lego Batman Movie
        (Lego Batman: O Filme)

Nota: 8 / 10

Como eu disse na resenha do filme, Lego (a franquia de filmes, não o brinquedo, que é ótimo e eu cansei de brincar quando moleque) não é bem o meu negócio, mas eu jamais poderia ignorar que esta animação foi bem feita e divertida sim, merece ser reconhecida por seus méritos, e quem gostou do primeiro filme, com certeza vai adorar este.



10º Batman vs. Two-Face
        (Batman vs. Duas Caras)

Nota: 8 / 10

Prestei continência mais uma vez ao Adam West este ano em sua segunda animação... e última, como todos sabem. Baseado no roteiro não filmado da série dos anos 60, este é um bom filme para quem esteja procurando diversão e nostalgia desta época do cruzado embuçado. Que Deus tenha Adam West, como eu também disse lá na minha resenha, meu primeiro Batman.



 Thor: Ragnarok
       (Thor: Ragnarok)

Nota: 8 / 10

O próximo é o terceiro filme solo do Thor. Divertido em linhas gerais, e sabendo aproveitar momentos de espetáculo e comédia para nos divertir, mas meio arrastadão, senti meio que se fosse um filme tapa-buraco da Marvel para ganhar tempo até coisas maiores acontecerem. Mas deu para distrair com ele, tem ação legal e é por isso que está nesta posição.



 Ghost in the Shell
       (A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell)

Nota: 8,5 / 10

Puxa, ainda bem que na resenha eu já confessei a minha ignorância com relação à história original. De qualquer forma, a honestidade me permite agora vir aqui e dizer que o filme animado desta história é muito melhor! Sim, eu assisti. Mas mesmo assim, ainda dou crédito para este filme, pois ele se saiu bem em me apresentar a história, e por isso está aqui.



 Teen Titans: The Judas Contract
        (Jovens Titãs: O Contrato de Judas)

Nota: 9 / 10

O primeiro filme animado envolvendo os Jovens Titãs veio ano passado. Este ano, a equipe tem não somente um filme só deles, mas também uma adaptação de um dos melhores arcos de história dos quadrinhos da DC. Com ajustes aqui e ali, claro. E eu achei muito bacana! Não me interesso muito por sidekicks, mas esta história vale muito a pena!



 Spider-Man: Homecoming
        (Homem-Aranha: De Volta ao Lar)

Nota: 9,5 / 10

O aranhoso voltou mais uma vez, e desta vez, sabe para quê? Pra mandar ver com a Mary Jane numa noite inesquecível? Hehe, não, só zoeira. É pra fazer parte dos Vingadores, cara!... ou, quase isso, não se sabe ainda! Mas estar no mesmo universo que eles é garantido! E isso eu adorei! Um dos filmes mais legais do MCU e do aranhoso, e por isso, merecedor desta posição.



 Justice League
        (Liga da Justiça)

Nota: 10 / 10

Esqueça o resultado da bilheteria. Isso simplesmente não importa. O que importa é que eu fui assistir a Liga e me senti novamente como um garotinho vendo seus heróis favoritos pela TV. E isso já bastou pra mim. O resto seria simplesmente lucro. Diferente de vários outros filmes, a Liga teve um coração, e isso é visível para mim, por isso figura aqui entre os cinco primeiros.



 Guardians of the Galaxy Vol. 2
        (Guardiões da Galáxia Vol. 2)

Nota: 10 / 10

Só preciso dizer que este é um dos filmes de HQs mais divertido que eu assisti há tempos. Eu estou adorando o trabalho que a Marvel está fazendo com a turma do Groot, e este segundo filme da equipe acerta novamente em dosar comédia (da boa mesmo), drama e ação para nos presentear com uma grande sequência do primeiro filme. Quarto lugar, com honras!




 Justice League Dark
        (Liga da Justiça Sombria)

Nota: 10 / 10

Este, para mim, foi algo realmente incrível. Muito embora os personagens não demonstrassem aquela veia antiga mais adulta da Vertigo, especialmente o Constantine, houve um bom grau de desenvolvimento e dramaticidade que garantiram uma história envolvente e emocionante, e por isso ganha o terceiro lugar.



 Logan
        (Logan)

Nota: 10 / 10

Um filme que provoca emoções diversas. É uma mistura de luto, êxtase, tristeza, felicidade, uma sensação de dor, mas com adornos de comoção e uma arrebatadora sensação nostálgica de perda. Um grande filme final do meu mutante favorito, o Wolverine, simplesmente referenciado aqui como Logan. O adeus de Hugh Jackman ao seu papel de mais fama ganha aqui meu segundo lugar na contagem deste ano.



 Wonder Woman
        (Mulher-Maravilha)

Nota: 10 / 10

O primeiro lugar este ano não poderia ter sido diferente! Este, com toda certeza, é meu filme vencedor do ano! Conhecido por muitos como o primeiro e verdadeiro acerto do DCEU, Wonder Woman mostrou uma heroina vibrante, com personalidade, valores, beleza, "poder, graça e sabedoria", como diz o cartaz do filme.

Gal Gadot simplesmente honrou o nome da amazona da DC, e a diretora Patty Jenkins foi peça pivotal para esta retomada do DCEU ao rumo certo.

Em termos de filmes de quadrinhos, este ano realmente pertence à Mulher-Maravilha, que finalmente, após anos e anos esperando, após a clássica série de TV com Linda Carter, após a personagem figurar em um universo animado vibrante e sensacional, ganha agora a sua renderização para as telonas. Este é um filme de quadrinhos que ninguém pode perder, seja homem ou mulher, criança ou adulto. Este primeiro filme me fará aguardar ansiosamente pela sequência, e que ela venha logo! Enfim, melhor filme de quadrinhos do ano pela minha contagem.

E é bom mesmo que a DC se agarre nesta vitória este ano, porque ano que vem, muito embora ela ainda terá suas animações costumeiras como Gotham By Gaslight, um filme do Esquadrão Suicida, e mais uma reimaginação da morte de Superman, ela terá apenas um filme nos cinemas, o do Aquaman, e ainda é no final do ano, enquanto que a Marvel terá a sua enxurrada costumeira de filmes anuais, contando aí com Vingadores, o filme solo do Pantera Negra, o segundo Deadpool, os Novos Mutantes, e mais alguns. Mas vamos ver o que o futuro nos reserva. Até 2018 com outra contagem! E não se esqueça de expressar sua opinião, se assim preferir.

No comments:

Post a Comment