Sunday, January 28, 2018

LISTA: 12 álbums e lançamentos musicais de 2017


Mais uma vez, eu venho até vocês com uma relação de discos que escutei no ano passado e que eu gostaria de chamar a atenção, tanto para recomendar, quanto criticar por alguma razão. Geralmente, eu não suporto ir atrás de música ruim porque a vida é muito curta, então minhas críticas musicais costumam ser positivas, ao contrário de alguns filmes ou HQs, sendo assim, vamos ver o que eu reservei para vocês desta vez.

Alguns adendos antes de irmos para a listagem.

O primeiro deles, é que este ano eu não vou ter uma lista muito extensa. Tive muita coisa com o que me preocupar e não pude ouvir tantos lançamentos em 2017, portanto, me desculpem pela lista curta desta vez.

O segundo é o seguinte: alguém pode se perguntar "então Ricardo, porque você quase que só tem coisa boa de música aqui no site e quase nada de coisa ruim?"

E eu explico. duas razões, basicamente:

1) porque eu não tenho paciência pra ir atrás de música ruim.
Quando eu vejo um filme ruim, geralmente eu consigo extrair graça daquilo falando mal, fazendo piadas, zoando a coisa toda mesmo. Quadrinhos também. Fiz isso já no passado, acho uma forma legal de pegar algo que é ruim, e tirar alguma graça daquilo. Foi isso que eu fiz com a última minissérie do Frank Miller. E acabei me divertindo mais ainda do que lendo aquele quadrinho. Aproveitando: já vendi aquela coisa, nem venham me perguntar sobre ela mais, he he! Enfim, não tenho saco e nem paciência para ficar escutando algo ruim, e muito menos tempo, e de mais a mais, tudo aquilo que eu escuto com frequência geralmente é porque eu considero bom, bacana, proveitoso.

2) porque o mercado já está bizarramente e absurdamente infestado de música ruim.
Música é um caso muito mais urgente e gravíssimo do que filmes ou outras mídias. Pense comigo: vivemos em uma realidade em que as rádios, a TV, a mídia de forma geral está abarrotada de coisas ruins envolvendo música. É algo simplesmente tenebroso! Se for analisar, a quantidade de lixo musical que temos é tão grande, mas tão grande, que se música fosse algo que pudéssemos pegar, não teríamos mais como nos locomover com a quantidade absurda de lixo tóxico sonoro que se espalhou pelo país. Esse lixo está espalhado por aí como um vírus, derretendo o cérebro das pessoas, que não tem mais discernimento ou julgamento para poderem reconhecer algo ruim quando veem, consumindo tudo que aparece. Ou você já viu por aí alguém mais simples hoje em dia ouvindo Eric Clapton, ou mesmo Ed Sheeran, pra citar algo mais novo? Pois é. A boa música hoje não alcança as pessoas, infelizmente. Dessa forma, qual razão eu teria aqui no blog de colocar opções ruins de música? Não me sentiria bem se o fizesse. E é por isso que praticamente todas as minhas avaliações de discos são positivas, porque eu só vou atrás de coisas que considero boas para poder compartilhar com as pessoas.

Feitos estes adendos, vamos novamente a mais uma lista. E se você gostou muito da seleção que fiz aqui, compartilhe com seus amigos e família. Mostre às pessoas! PRECISAMOS MUITO QUE MÚSICAS BOAS DOMINEM AS MENTES DE NOVO! Povo que tem um alto padrão cultural não é facilmente enganado.

Confira também a lista de 2015 e a de 2016!

E sem mais delongas, vamos à lista. Metade desses discos eu resenhei, a outra não, por diversas razões, envolvendo tempo, disponibilidade, e por aí vai. Mas escutei todos eles, e os que eu não resenhei, dou um breve parecer aqui, lembrando que eles ainda podem ganhar (e alguns vão) uma postagem individual, então fiquem ligados.


In the Passing Light of Day
(Pain of Salvation)
Lançado em 13 de Janeiro de 2017
Gênero: Rock / Metal Progressivo
Nota: 7,5 / 10

Ler resenha






inFinite
(Deep Purple)
Lançado em 7 de Abril de 2017
Gênero: Rock / Hard Rock
Nota: 9 / 10

Ler resenha







The Search for Everything
(John Mayer)
Lançado em 14 de Abril de 2017
Gênero: Pop / Soul / Blues
Nota: 9 / 10

Ler Resenha







Antídoto
(Alkaisers)
Lançado em 13 de Julho de 2017
Gênero: Rock
Nota: 10 / 10

Ler Resenha







How Did We Get So Dark?
(Royal Blood)
Lançado em 16 de Junho de 2017
Gênero: Rock
Nota: 8,5 / 10

Ler Resenha






The Amulet
(Circa Survive)
Lançado em 22 de Setembro de 2017
Gênero: Indie Rock / Progressive Rock

Mais uma vez ganhamos aqui uma boa obra do Circa Survive. Muitas músicas ótimas, algumas não são grandes destaques, apesar de boas, e a ideia de "Premonition of the Hex" me deixou meio incomodado, mas em geral, disco super recomendado! Será resenhado em breve!



Live at Pompeii
(David Gilmour)
Lançado em 29 de Setembro de 2017
Gênero: Progressive Rock / Art Rock

Preciso dizer alguma coisa? É David Gilmour ao vivo! Sempre é uma experiência sensacional! Turnê de seu novo álbum solo, Rattle That Lock, Live in Pompeii é um nome que faz referência ao clássico e conhecido show do Pink Floyd de mesmo nome, e assim como ele, super recomendado por mim!



Rule the World - The Greatest Hits
(Tears for Fears)
Lançado em 10 de Novembro de 2017
Gênero: Pop Rock / New Wave

Uma nova compilação do famoso duo de Bath, Inglaterra, o Tears for Fears. No meio dos clássicos que todos conhecem, duas canções novas, "I Love You But I'm Lost" e "Stay", mas que na minha opinião não se destacam tanto quanto o material antigo. Mas é um ótimo ponto de partida para quem não os conhece.




Standards
(Seal)
Lançado em 10 de Novembro de 2017
Gênero: Jazz / R&B
Nota: 10 / 10

Ler Resenha






The End - Live in Birmingham
(Black Sabbath)
Lançado em 17 de Novembro de 2017
Gênero: Hard Rock / Heavy Metal

O fim da linha definitivo para o Black Sabbath. A última turnê. Os últimos momentos. Claro, segundo os caras da banda. Quer você leve isso a sério ou não, o show ao vivo é muito bom, muito embora peque por não incluir material novo nele, mas vale e muito a conferida para nos despedirmos da banda.



The Book of Souls - Live Chapter
(Iron Maiden)
Lançado em 17 de Novembro de 2017
Gênero: Heavy Metal

Show muito bom do Maiden da turnê do álbum duplo The Book of Souls. Minhas únicas reclamações, talvez, sejam no início, o vocal meio embolado do Dickinson, no CD de estúdio essa introdução ficou melhor, e em segundo, a falta de variedade de material da banda, mas de resto, é como sempre, um ótimo disco ao vivo.



Songs of Experience
(U2)
Lançado em 1 de Dezembro de 2017
Gênero: Alternative Rock

Yuck.... essa foi minha sensação depois de ouvir este disco. Pra mim, é um dos piores álbuns da banda. O objetivo dele é ser um irmãozinho para o anterior, Songs of Innocence, que embora não seja um dos melhores, foi muito bom. Esse... é essa a sua evolução, U2? Prefiro voltar para a inocência, então. Não recomendo.


Espero que todos tenham curtido minhas indicações, e se tiver mais alguma coisa que você saiba de 2017 e eu não, poste aí. Alguém já pode estar dizendo por aí que eu não postei o novo disco do Foo Fighters, Concrete and Gold. Não é que eu não postei, é que até o presente momento, eu ainda não o ouvi. Sério mesmo! Mas vou ver se escuto ele em algum momento, gosto da banda. Até mais, e boas aventuras musicais para todos este ano!

No comments:

Post a Comment