Thursday, August 6, 2015

FILME: Batman: Mystery of the Batwoman (Batman: O Mistério da Mulher-Morcego) - especial Batman na Tela: edição 18

Esta é a última animação baseada no universo animado clássico da WB/DC que com este filme, completa 11 anos de existência e mais dois com o episódio "Epilogue" de Justice League, fazendo então 13 anos de existência. Trata-se do primeiro e único longa baseado na série TNBA. Já havíamos citado os dois games que a série ganhou, mas faltava sair um filme baseado nela. Aqui, Alan Burnett, um dos produtores e roteiristas do DCAU deixa claro em uma entrevista, que a ideia principal era fazer algo mais descompromissado e leve, diferente dos longas animados anteriores em que havia sempre aquele clima épico de tensão e tramas densas e elaboradas. Até mesmo a trilha sonora de Lolita Ritmanis segue essa linha, é uma trilha mais jazzística, com elementos mais leves que passam essa sensação de que veremos os personagens mais "à vontade". Nem por isso a animação deixa a desejar ou o universo fica menos interessante. O intuito aqui, mais do que nunca é destacar bem o lado detetive de Batman.


Por conta desse clima mais light, a animação é considerada por alguns como a mais fraca das quatro que compõem o DCAU. Eu, por outro lado, acredito que ela entrega aquilo que eu procuro, uma história interessante, com personagens marcantes e a atmosfera única das animações do Batman que estamos acostumados. Como eu até já falei na edição 13 do nosso especial, às vezes uma trama que envolva mais ação e em que possamos ver estes grandes personagens interagindo e simplesmente sendo eles mesmos é tudo que precisamos, e isso não falha em ter aqui.

A história envolve esta nova vigilante que chegou à Gotham faz pouco tempo, a Batwoman. Ela tem uma roupa parecida com a do Batman e traquitanas também parecidas, mas possui um grande mistério por trás de sua identidade e motivações, mistério que fica sendo o mote de todo o longa.

Esta nova versão da personagem é bem diferente da versão clássica dos quadrinhos. A Batwoman nas HQs é uma mulher chamada Kathy Kane e tem um histórico totalmente diferente desta do filme. O nome de uma das três personagens femininas, inclusive é uma brincadeira com o nome original da personagem das HQs, e tem pronúncia semelhante. o sobrenome da mulher-morcego, "Kane" foi dado em homenagem ao co-criador e desenhista original do Batman, Bob Kane.

A personagem original das HQs, ontem e hoje. Detalhe, a partir da versão da direita, a Batwoman passou a ser lésbica. A do filme no entanto, não é, ou não dá sinais de ser.

Na história, também conhecemos três novas personagens que de alguma forma se envolvem, direta ou indiretamente com Bruce Wayne, Kathy Duquesne, Sonia Alcana e Rocky Ballantine. A primeira é filha do chefão mafioso Carlton Duquesne, que se envolveu com o Pinguim e o mafioso Rupert Thorne em um esquema de contrabando de armas para um país chamado Kasnia; a segunda é a mais nova integrante da força policial de Gotham e a nova parceira de Harvey Bullock; já a terceira é uma geniozinho que trabalha no setor de tecnologia das indústrias Wayne e apresenta um novo projeto para o patrão. Detalhe interessante é que todas elas tem algo em comum.

Batman então se vê envolvido com elas de diferentes maneiras. Kathy se torna a mais nova pretendente de Bruce, enquanto as outras tem suas próprias agendas a cumprir. Mas todas elas tem o perfil e a sagacidade necessários para serem a versão feminina do Cavaleiro das Trevas. Quanto mais Batman pensa ter chegado perto de descobrir quem é a mulher-morcego, mais ele se decepciona, portanto suas habilidades de detetive serão realmente testadas.

Além dos três vilões já mencionados, temos também a presença do sul-mexicano Bane, que mais uma vez vem prover o teste físico definitivo ao morcego e tentar colocá-lo fora de ação no momento em que se associa com o Pinguim e seus comparsas.

Carlton Duquesne, o Pinguim, Rupert Thorne...
... e Bane

Como já mencionei anteriormente, a história tem um caráter mais leve, portanto veremos algumas cenas mais raras de se ver neste universo, como o trecho em que Bruce e Kathy se conhecem durante o dia e tentam despistar os guarda-costas da menina. Ou como quando Rocky se embanana para apresentar uma nova descoberta de liga de metal sua para Wayne e seus associados. Estes momentos de comédia são pontuais, e o longa também tem o tradicional drama pessoal das três mulheres e mantém a mesma qualidade que a série sempre manteve em desenvolver seus personagens. O clímax e a sequência final no entanto faz o filme terminar de forma positiva, sem o tom trágico e agridoce que os dois filmes baseados em Batman TAS tiveram, por exemplo.

A ação é ótima, a trama é bem elaborada, enfim, um filme muito bacana e que dá um fim digno ao universo animado do morcego. O DVD do filme ainda conta com um curta muito divertido chamado "Chase Me", que nada mais é do que o Batman perseguindo a Mulher-Gato de forma divertida e com trilha sonora de jazz. Este é o ponto, caro leitor, onde terminamos mesmo de falar sobre o DCAU, aqui é onde tudo termina para o morcego neste universo, pelo menos até hoje nada mais foi feito com esta cronologia. Todos os outros filmes animados subsequentes que terão seguem uma certa cronologia, mas não tem relação mais com este universo, e tratam-se muito mais de adaptações e passagens de arcos de histórias das HQs do Batman do que de tramas originais de fato que continuem este universo. Aliás, há muitas histórias interessantes envolvendo estes filmes animados que trataremos nas próximas edições.

A partir então do fim deste universo animado, outros projetos da WB/DC estarão em pauta, incluindo estes novos filmes animados e um novo bat-universo que surgirá na metade dos anos 2000. Mas isso é história para as próximas edições.

Eu recomendo a todos este divertido último bat-trabalho animado do DCAU que, em toda sua trajetória, honrou o bom nome do morcego e nos proporcionou grandes e inesquecíveis histórias. Até a semana que vem!


Voltar à edição 17                                                                         Ir para edição 19




Batman: Mystery of the Batwoman (2003)
Título em português BR: Batman: O Mistério da Mulher-Morcego
Nota: 8 / 10

Direção: Curt Geda
Produção: Alan Burnett, Margaret M. Dean, Curt Geda, Benjamin Melniker, Kathryn Page, Sander Schwartz, Michael Uslan
Roteiro: Alan Burnett, Michael Reaves, (baseado em personagens criados por Bill Finger, Bob Kane, Jerry Robinson, Marv Wolfman, Gardner Fox, Carmine Infantino, Archie Goodwin, Howard Chaykin, Steve Englehart, Walter Simonson, Chuck Dixon, Doug Moench, Graham Nolan)
Trilha sonora: Lolita Ritmanis, Cherie

Estrelando: Kevin Conroy, Kimberly Brooks, Kelly Ripa, Elisa Gabrielli, Kyra Sedgwick, David Ogden Stiers, Kevin Michael Richardson, John Vernon, Hector Elizondo, Efrem Zimbalist Jr., Eli Marienthal, Tara Strong, Bob Hastings, Robert Costanzo, Andrea Romano

Dubladores do Batman brasileiro: Ricardo Juarez, Mariana Torres, Mabel Cezar, Christiane Louise, Rita Lopes, Márcio Simões, Júlio Chaves, Leonel Abrantes, Luiz Carlos Persy, Ayrton Cardoso, Thiago Fagundes, Iara Riça, Jorge Rosa, José Santa Cruz, José Luiz Barbeito

Outros filmes desta cinessérie:
Batman: Mystery of the Batwoman (Batman: O Mistério da Mulher-Morcego) (2003)
Batman Beyond: Return of the Joker (Batman do Futuro: O Retorno do Coringa) (2000)
Batman & Mr. Freeze: SubZero (Batman & Mr. Freeze: Abaixo de Zero) (1998)
Batman: Mask of the Phantasm (Batman: A Máscara do Fantasma) (1993)

Trailer:


No comments:

Post a Comment