Thursday, August 28, 2014

DVD: Live in Moscow 2013 - Poets of the Fall

Lembro, de dez anos atrás, assistir pela Internet as apresentações de um Poets of the Fall bem em início de carreira. Festivais como o tradicional YleXPop na Finlândia eram bem comuns de receber a banda estreante que estava divulgando seus singles e seu recém-lançado álbum Signs of Life (2005), em particular, uma música do álbum chamada "Late Goodbye" que a banda havia feito em contribuição ao game "Max Payne 2 - The Fall of Max Payne". É engraçado relembrar disso e do Captain BaseBallBat-Boy, personagem que o vocalista da banda Marko Saaresto havia criado para o videogame. Também é curioso ressaltar todo o esforço que a banda empregou na carreira ao abandonar tudo, vender tudo que tinham para seguirem carreira musical. Uma atitude arriscada e corajosa.

E então, após 10 anos de amadurecimento e cinco álbums, mais uma compilação lançados, a banda finalmente resolve lançar seu primeiro DVD ao vivo.

O meu histórico com o Poets of the Fall completa, neste exato ano, exatamente 10 anos, justamente a quantidade de anos que é celebrada neste DVD da banda finlandesa desde sua estreia em 2003. Nada melhor, aproveitando que vem aí um novo álbum da banda, do que darmos uma olhada nesta ótima apresentação do trio finlandês com sua banda em Moscow, gravada em Março de 2013 e lançada por volta de Setembro do mesmo ano para venda mundialmente.

Este DVD tem um histórico bem interessante. Por quê? Foi financiado com o dinheiro dos próprios fãs da banda. Através do sistema do site PledgeMusic.com, da qual ainda participam diversas outras bandas independentes, você poderia contribuir com um valor de sua escolha para que o DVD fosse financiado. Quando a banda atingisse a meta para iniciar a produção do mesmo, o sistema avisava e aí só restava acompanhar o diário de bordo do trio com as novas sobre todo o processo de produção do DVD. Aliás, uma das coisas mais legais deste sistema é que quem contribuísse já estaria automaticamente fazendo a compra de sua cópia, o que significa que era só esperar o lançamento e entrega do DVD em sua casa. Foi assim comigo. As 100 primeiras pessoas que enviassem contribuições teriam, segundo o diário, seus nomes inclusos nos créditos finais do DVD. Dito e feito. Infelizmente não fui uma dessas 100 primeiras, mas contribuí com todo prazer com uma banda que venho acompanhando já desde sua estreia e que só tem me fascinado a cada lançamento.

Ainda lembro vivamente os primeiros momentos de contato com a música do trio em 2004. Foi no exato momento que acabei o jogo "Max Payne 2 - The Fall of Max Payne", aliás, um grande jogo, um dos melhores que já tive o prazer de jogar. Nos créditos finais, concluíndo a conturbada história de redenção do detetive de New York do título do game, tocava o single "Late Goodbye". Aquela música me chamava a atenção por alguma razão conforme os créditos rolavam na tela de meu computador, então a curiosidade bateu e fui averiguar mais detalhes sobre os responsáveis por trás desta linda canção. O resto é história. Aguardei o lançamento do álbum de estreia do trio após checar os singles até então lançados e aqui estamos.

Curioso como o tempo voa! E é com este sentimento nostálgico que olho para trás, junto com o trio aqui neste show de Moscow para falar sobre esta ótima apresentação que confirmou o trio não só como os artistas talentosíssimos que são, mas como peça fundamental do cenário musical finlandês e, porque não dizer, mundial de atualmente.

Vamos iniciar falando sobre o registro do show. Desnecessário dizer que extraí o áudio do DVD para ficar tocando em meu carro. Aliás, de todos os shows do Poets que já assisti pela Internet desde o começo, incluíndo aí registros televisivos e preciosidades gravadas com câmeras amadoras por aí, esta é, com certeza, a apresentação que mostra que o trio atingiu sua plena maturidade como banda ao vivo. Conseguiram, em outras palavras expressar sua própria personalidade, acharam um modo de expressão que os identificam de fato. O vocalista Marko Saaresto, por exemplo se mostra um grande mestre de cerimônias, fazendo a apresentação de grande parte das músicas parecer um evento grandioso. Seu carisma contagia o público, composto em sua maioria de jovens garotas e traz a todos para dentro da experiência. De posse de sua abordagem teatral e por vezes exagerada, o vocalista interpreta cada música com igual paixão e celebra esses dez anos de estrada com grande entusiasmo.

Ollie e Captain brilham em seus momentos, especialmente o primeiro que amadureceu imensamente como guitarrista desde que assisti uma apresentação do grupo da época do primeiro disco no famoso programa finlandês de TV YleXPop.

Desnecessário também dizer que faltou músicas no repertório do trio para figurar no show, porém gostei bastante do repertório, achei que houve um ótimo foco no material que é essencial do grupo para figurar em um evento tão importante, ou pelo menos grande parte dele. Daqui, destaco as performances de "Delicious", que abre o show, "Kamikaze Love", "The Ballad of Jeremiah Peacekeeper", aliás performance em que Marko revela como se inspirou para compor a faixa, segundo ele, baseada em um herói da vida real que chegou a conhecer. Também merecem destaque "Given and Denied", "Running Out of Time", a belíssima "Illusion and Dream" e a bela "Late Goodbye" que fecha o repertório do show. A banda ainda retorna para um encore de cinco, sim, eu disse cinco canções! Desse encore, destaco a belíssima performance de "Sleep", música que ficou ainda mais bela tocada nesse show ao vivo, "Carnival of Rust" e "Lift", esta última que é sempre um prazer ouví-los tocar ao vivo.

Houve uma grande valorização de músicas do primeiro e quinto álbum do grupo, enquanto que os outros foram limitados a uma média de 2 músicas, mas houve uma ótima quantidade de músicas ao todo e grandes hits do trio e, sejamos francos, é bem difícil em apenas um show cobrir um repertório que tem cinco álbums de bons a excelentes para escolher canções. Esperemos que em um próximo momento, talvez em um álbum ao vivo futuro ou talvez outro DVD possamos prestigiar as músicas que ficaram de fora deste registro.

A produção do show é ótima, captando muitos detalhes de palco, audiência, fazendo deste DVD material essencial a qualquer fã do grupo. A qualidade de som é muito boa, a banda realmente mostra que o dinheiro investido pelos fãs foi bem usado para este projeto. A única reclamação que sinto que faria aqui seria relativa ao menu do DVD. Neste aspecto, achei que faltou uma editoração melhor para se navegar nele. Claro, nada que atrapalhe, mas dá a impressão de que a coisa foi feita às pressas, a toque de caixa, e não é isso que o registro em vídeo deixa transparecer, que fique bem claro.

Por fim, a sessão de extras do DVD possui "Every Shade of Grey", um diário de bordo da turnê com a banda em seus momentos de backstage e em quartos de hotel, no dia a dia da turnê, enfim, material realmente para pessoas interessadas em ver a banda fora dos palcos e dos holofotes, o que achei curioso, pois o vocalista Marko mostra-se um cara bem diferente de quando está no palco, não sendo o centro das atenções, falando minimamente e aparentando ser um cara bem na dele, alguém bem diferente do centro de atenções dos palcos. Ollie passa a maior parte do tempo conversando com o guitarrista de apoio da banda sobre bandas clássicas e técnicas de guitarra. Confesso que achei certos trechos deste vídeo meio maçantes, tive que assistir em doses homeopáticas para chegar ao fim.

O extra mais interessante fica por conta de "Deeper than Skin", uma entrevista que a banda promove entre seus integrantes, conversando sobre carreira, futuro, anseios, etc, onde inclusive é revelado que os caras em algum ponto da carreira talvez resolvam dedicar suas vidas a outras atividades paralelas além da vida musical e da estrada. Para fechar a sessão de extras, fotos e mais fotos da banda durante a turnê e fora dos palcos.

O DVD possui sistema PAL de vídeo e áudio 5.1 Surround e Stereo, além de legendas em inglês para os vídeos falados em finlandês, o que pode ser um incômodo pela falta de legendas em português no DVD para certas pessoas. Posso estar jogando alto, mas acredito que grande parte dos fãs do trio possuem conhecimento de língua inglesa, então talvez isto não seja um problema tão alarmante. Ainda devo alertar a todos em relação à região do DVD que, apesar de ser comercializado nas especificações com a indicação "region free", que seria região livre, não rodou no meu aparelho de DVD convencional. Tive que usar meu Xbox 360 modelo americano para assistí-lo, portanto tenham cuidado. No meu computador o DVD também rodou sem maiores problemas.

A primeira empreitada filmográfica do Poets of the Fall em seu primeiro DVD pode ter uma falha aqui, outra alí em termos estruturais de mídia, mas posso concluir sem medo de errar que, registraram um grande momento em sua carreira de 10 anos, um registro que todo fã da banda vai com certeza querer conferir e guardar na coleção.

Live in Moscow 2013 (2013)
(Poets of the Fall)
Nota: 8,5 / 10

Setlist:
01. Intro
02. Delicious
03. Locking Up the Sun
04. Kamikaze Love
05. The Ballad of Jeremiah Peacekeeper
06. Given and Denied
07. Don't Mess with Me
08. Temple of Thought
09. Everything Fades
10. Cradled in Love
11. Stay
12. Running Out of Time
13. Illusion & Dream
14. Diamonds for Tears
15. Late Goodbye
16. Sleep
17. Dreaming Wide Awake
18. Carnival of Rust
19. Lift
20. The Happy Song
21. Credits

Selo finlandês: Insomniac, Playground

Poets of the Fall é:
Marko Saaresto: voz
Olli Tukiainen: guitarra, violão
Markus "Captain" Kaarlonen: teclados e efeitos

Músicos de apoio:
Jaska Mäkinen: guitarra
Jani Snellman: baixo
Jari Salminen: bateria

Discografia:
Clearview (2016)
Jealous Gods (2014)
Live in Moscow 2013 (2013) - DVD
Temple of Thought (2012)
Alchemy Vol. 1 (2011)
Twilight Theater (2010)
Revolution Roulette (2008)
The Ultimate Fling (2008) - SINGLE
Carnival of Rust (2006)
Signs of Life (2005)

Site oficial: www.poetsofthefall.com

No comments:

Post a Comment